27/06/2016

Comitê Científico

Clique no nome para acessar o currículo.
Cristiane Dambrós (Brasil) – Presidenta

Possui graduação em Geografia Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maria (2008), mestrado em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Maria (2011) e doutorado em Geografia (Organização do Espaço) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2016), realizando doutorado-sanduíche na UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real – Portugal. Atualmente é professor substituto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Gestão de Recursos Hídricos e Geografia Agrária e Cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar, gestão de recursos hídricos, análise integrada da paisagem, patrimônios naturais e culturais.

Ahtziri Erendira Molina Roldán (México)

Possui graduação em Sociologia pela Universidad Nacional Autónoma de México – UNAM, Doutorado em Sociologia pela University of York e Pós-Doutorado em Ciências Sociais pelo Instituto de Investigaciones Sociales da UNAM. Atualmente é professora do Centro de Estudos em Artes da Universidad Veracruzana, membro do Seminario de Investigación en Gestión Cultural de la Universidad Veracruzana e lider de la investigación en marcha: Tercera Función Sustantiva Universitaria y su pertinencia regional. Pesquisa temas como gestão cultural, políticas culturais e extensão universitária.

Ana Célia Carneiro Oliveira (Brasil)

Mestre em Design, PPGD/UEMG, área de concentração: Design, Inovação e Sustentabilidade, projeto: “Design para a Felicidade: objetos de memória em espaços de vivências” – Possui Pós-Graduação em Arte-Educação pela UEMG – Faculdade de Educação (1990); Bacharel em Decoração (Design de Ambientes) pela Fundação Mineira de Arte Aleijadinho – Escola de Artes Plásticas (1993). Atualmente é pesquisadora associada do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura. Atuante como Designer de Ambientes até 2020. Atualmente membro de projetos do CEDA – Centro de Estudos em Design de Ambientes / Linha de Pesquisa: Design para Ambiências e do CEDTec – Centro de Estudos de Design & Tecnologia / Linha de Pesquisa: Design, Inovação & Tecnologia da Escola de Design – UEMG / Professor titular da UEMG – Escola de Design / Disciplinas em: Expressão Gráfica, Práticas Projetuais, Projeto de Graduação, Teoria do Design, Representação Técnica e Técnicas de Apresentação de Projeto. Orientadora de projetos e monografias do curso de Design de Ambientes / ED – UEMG. Membro Titular do Conselho Departamental e do Colegiado do curso de Design de Ambientes / UEMG. Professor titular do Centro de Ensino Superior (INAP) / Disciplinas em: Projeto Residencial, Projeto Social, Projeto Comercial e Projeto Executivo. Consultora de Projetos Sebraetec – EE FADECIT / UEMG. Professor titular do Instituto Educacional Saramenha (IESA) / Disciplina em: Arte. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ciências Sociais Aplicadas, Design de Ambientes, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, Design, Design de Ambientes, Arte, Cultura, Memória Cultural, Património Cultural, Design para a Felicidade, Lugar e Sustentabilidade.

Betania Maciel (Brasil)

Possui Doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, UMESP (2002), mestrado profissionalizante Master em Ciência, Tecnologia e Sociedade: Comunicação e Cultura pela Universidade de Salamanca, Espanha (2000), mestrado em Administração Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) – Université de Sherbrooke, Canadá (1994), especialização em associativismo pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1991), graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco, UFPE (1982). Professora do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local – POSMEX na Universidade Federal Rural de Pernambuco, professora titular e pesquisadora do Grupo ESUDA de Interlocução Acadêmica da Faculdade de Ciências Humanas – ESUDA. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em metodologia de ensino e pesquisa e metodologias ativas, atuando principalmente nos temas: educação, comunicação e cultura, comunicação científica e tecnológica, processos comunicacionais, folkcomunicação e desenvolvimento local. Ex presidente e Membro do conselho deliberativo da Rede Folkcom – Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação da Cátedra Unesco-UMESP de comunicação para o desenvolvimento regional. Prêmio Luiz Beltrão 2012 categoria: liderança emergente.

Célia Maria Foster Silvestre (Brasil)

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP/FCL/Araraquara (1997); mestrado (2002) e doutorado (2011) em Ciências Sociais, pela mesma Universidade. Atua na área de Sociologia, principalmente nos seguintes temas: juventude, direitos sociais, educação escolar indígena, gênero. Atuou na área de formação de professores Indígenas junto à UFGD e SED/MS, com a formação de professores Guarani e Kaiowá, de 2006 a 2010. Integra o corpo docente da UEMS, Unidade Amambai, na categoria de professora efetiva, desde 2010. Integra o corpo docente do Mestrado Profissional em Ensino de História. Coordenou o subprojeto interdisciplinar do PIBID/UEMS/Amambai, de 2014 a 2018, atuando em duas escolas indígenas da aldeia Amambai, promovendo a formação docente de estudantes indígenas dos cursos de Ciências Sociais e História. Coordenou os projetos de PIBID e Residência Pedagógica em Ciências Sociais, de agosto de 2018 a março de 2019, no curso de Ciências Sociais. Em 2019 realiza estágio pós doutoral no Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito, Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra.

Célia Souza da Costa (Brasil)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR). É pesquisadora associada do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC). Participa dos Grupos de Pesquisa: Políticas, Formação do Professor,Trabalho Docente e Representações Sociais (PUC/PR); A prática da vida cotidiana, vulnerabilidade social e a desinstitucionalização do sujeito (PUC/PR); Representações Sociais, Subjetividades e Identidades (IFPR); Religiosidades aplicadas às Humanidades (IFAP). Mestra em Direito Ambiental e Políticas Públicas (PPGDAPP) pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP).É especialista em Docência do Ensino Superior e especialista em Educação Especial e Inclusiva. Possui graduação em Licenciatura em Filosofia; graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo; Bacharelado em Direito e Licenciatura em Pedagogia. Tem experiência na docência e elaboração de projetos, trabalha com educação especial e inclusiva, patrimônio cultural, educação profissional e mídia (Tv, rádio, impresso e rede sociais). Tem interesse nos seguintes temas: Educação Especial e Inclusiva, Pedagogia, Educação Profissional, Cultura e Escola, Educação Ambiental Patrimonial, Etnografia, Cultura Amazônica, Relações Étnico-Raciais, Práticas Sociais, Processos Educativos, Minorias, Educação Popular, Justiça Social, Direito Ambiental, Ética, Liberdade, Dialética, Hegel, Filosofia Política, Filosofia do Direito.

Daniel Levine (Estados Unidos)

Graduação em Ciência Política pelo Dartmouth College, mestrado em Sociologia Política pela London School of Economics e doutorado em Ciência Política pela Yale University. É Professor Emérito, cientista político e membro do Centro de Estudos da América Latina e Caribe da University of Michigan e pequisa temas sobre religião e política e democracia.

Denise Rosana da Silva Moraes (Brasil)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (1991) Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (2006). Estágio de doutorado sandwich na Universidade Católica Portuguesa UCP/Lisboa/Portugal – (2012) Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (2013). Professora Adjunta da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. UNIOESTE – Centro de Educação, Letras e Saúde -Campus de Foz do Iguaçu. Docente do Curso de Pedagogia e do Programa de Mestrado e Doutorado Acadêmico Interdisciplinar em Sociedade, Cultura e Fronteiras. Atuou como Diretora do Centro de Educação e Letras da Unioeste. Experiência na área de Educação, Tecnologias e Mídias; Formação inicial e continuada de professores/as – Didática – Prática de Ensino – Avaliação e gestão educacional. Coordena o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar Mestrado e Doutorado em Sociedade, Cultura e Fronteiras (PPGSCF) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE – campus de Foz do Iguaçu. Associada à (ANINTER) Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Interdisciplinar em Sociais e Humanidades (2016) e membro da Diretoria ( Conselho fiscal); Associada à (ABCiber) Associação brasileira de pesquisadores em Cibercultura (2016); Membro do do Conselho Acadêmico da Escola Latino-Americana de Altos Estudos em Cultura – ELACult do Centro Latino Americano de Estudos em Cultura, 2018. Autora de livros, capítulos e artigos sobre formação de professores(as); interdisciplinaridade, Estudos Culturais e Mídias.

Djalma Thürler (Brasil)

Especialista em gestão e políticas culturais pela Universidade de Girona (ES), Investigador Pleno do do CULT – Centro de Pesquisa Multidisciplinar em Cultura, da UFBA, Investigador Associado do CLAEC – Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura e Investigador Colaborador do ILCML – Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, da Universidade do Porto (Portugal). É diretor artístico e dramaturgo da ATeliê voadOR Companhia de Teatro (http://www.atelievoadorteatro.com.br/). Possui estágio de Pós-Doutoramento em Literatura e Crítica Literária pela PUC São Paulo. É Professor permanente do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade e Professor Associado do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (IHAC) da Universidade Federal da Bahia. É Doutor em Letras com estudos nas áreas de Literatura Brasileira e Teatro (UFF), Mestre em Ciência da Arte (UFF) e Bacharel em Artes Cênicas e em Pedagogia, pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-RIO). Tem experiência na área de Artes, Direção Teatral, Literatura Brasileira, Dramaturgia, Gestão e Produção cultural. Coordena o CuS – grupo de Pesquisa em Cultura e Sexualidade (UFBA).

Fabricio Pereira da Silva (Brasil)

Professor Adjunto do Departamento de Estudos Políticos e Professor do Quadro Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Colíder do Centro de Análise de Instituições, Políticas e Reflexões da América e da África (CAIPORA), Grupo de Pesquisa sediado na UNIRIO. Investigador Associado do Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane (CEA-UEM) de Moçambique. Professor da Maestría en Estudios Contemporáneos de América Latina da Universidad de la República (UdelaR) do Uruguai. Graduou-se em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), fez o Mestrado em História Social pela UFRJ e o Doutorado em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ), no qual foi premiado com a bolsa Faperj Nota 10. Trabalha com os seguintes temas: pensamento político na África e na América Latina; participação popular; teoria democrática; governos de esquerda na América Latina.

Francisco Xavier Freire Rodrigues (Brasil)

Professor Efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso, Associado II, lotado no Departamento de Sociologia e Ciência Política. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFMT. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea – ECCO/IL- UFMT. Coordenador do Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e Cidadania NIEVCi/UFMT. Coordenador de Área do Núcleo do PIBID Multisciplinar Filosofia e Sociologia. Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007), Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003), Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2000). Coordenador do GT Sociologia do Esporte da Sociedade Brasileira de Sociologia. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Esporte, Cultura e Sociedade (GEPECS) CNPq/UFMT. Tem experiências em atividades de ensino, pesquisa e extensão na área da Sociologia do Esporte, Sociologia da Violência e e Sociologia da Educação. Leciona Sociologia Teoria Social Clássica no PPG Sociologia e Sociologia I, Sociologia V, Sociologia da Cultura, Sociologia Urbana no Curso de Ciências Sociais. Tem experiência na área de Teoria Sociológica Clássica e Contemporânea, Sociologia Urbana, Sociologia da Educação, Sociologia do Esporte, Sociologia do Trabalho. Suas Pesquisas abrangem os seguintes temas: ensino de sociologia, formação de professores, cultura brasileira, pensamento social, megaeventos esportivos, etno-desporto indígena, relações de trabalho, modernidade, futebol indígena, trânsito em Cuiabá/MT, futebol brasileiro, civilização, Lei Pelé, mercado de trabalho no futebol e violência.

Isabel Cristina Chaves Lopes (Brasil)

Profª Associado I da Universidade Federal Fluminense. Doutora em Serviço Social: Serviço Social, fundamentos e prática profissional, pelo Programa de Estudos Pós-graduados em Serviço Social da PUC/SP (2014). Mestre em Serviço Social, política social e trabalho pela UERJ (2002). Especialista em Serviço Social Contemporâneo pela UFF (1996). Graduada em Serviço Social pela UFF (1989). Atuações profissionais: assistente social no Projeto de Habitação Popular da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes (1991). Exercício de docência junto ao ensino fundamental público estadual, como alfabetizadora, no Centro Integrado de Educação Pública (1986-1992). Exercício da docência no magistério superior (1992 até o momento)., Coordenadora do Nediger (Núcleo de Estudos em Ética e Desigualdades de Gênero, Etnia e Racismo) e do Nucems (Núcleo de Estudos em Cultura, Educação e Movimentos Sociais) ambos da Universidade Federal Fluminense. Experiência e interesse nos seguintes temas: Intervenção Profissional do Serviço Social; Metodologia de ensino superior; Gestão acadêmica no ensino superior ( Vice- coordenadora de curso, Coordenação de estágio profissional, Coordenação de extensão universitária); Política pública para a infância e adolescência; Política pública de educação e Serviço Social; Cultura e movimentos sociais; Direitos Humanos e diversidade social; Ética e Serviço Social; Educação e comunicação digital; Arte e processos formativos emancipatórios; Mobilização e organização comunitária de mulheres; Controle social , capacitação política e participação popular.

José Serafim Bertoloto (Brasil)

Membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA. Possui graduação em Licenciatura e Bacharel em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (1985), graduação em Tecnólogo em Bovinocultura pela Universidade Federal de Mato Grosso (1980), mestrado em Artes pela Universidade de São Paulo (1992), especialização em Museu de Arte pelo MAC-USP (1998) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Professor titular da Universidade de Cuiabá, Departamento de Arquitetura e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade de Cuiabá. Hoje aposentado como técnico, mas atua como um dos curadores no Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso, onde trabalhou por 28 anos como historiador/pesquisador, e diretor por vários anos. É também professor colaborador no programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea – Área Interdisciplinar / Mestrado e Doutorado. Artista Plástico com vasta experiência na área de Artes, com ênfase em teoria e crítica, atuando principalmente nos seguintes temas: poética, artes visuais, cultura popular, patrimônio artístico cultural, semiótica da arte e do design em Mato Grosso. Principal publicação: Iconografia das Águas: o rio e suas imagens.

Laura Janaina Dias Amato (Brasil)

Possui mestrado em Letras pela Universidade Federal do Paraná (2005) e doutorado em Letras pela Universidade Federal do Paraná (2012). Atualmente é professora adjunto III da Universidade Federal da Integração Latino-Americana e pesquisadora associada do Centro Latino-Americano de Estudos da Cultura. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: educação intercultural, processos identitários, formação de professores de línguas , letramento crítico, teoria pós-colonial, alemão como língua estrangeira. Mãe do Renan e da Manuela, esteve em licença maternidade em 2009 e 2015..

Ludmila de Lima Brandão (Brasil)

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal Fluminense (1982), graduação em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (1995), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (1993) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999). Pós-doutorado (2004-2005) na Université d’Ottawa (Canada), com bolsa CAPES, na área de Crítica da Cultura. Professora Titular da Universidade Federal de Mato Grosso. Foi Coordenadora da Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação da UFMT (2013-2016). Fundadora e primeira Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea – Área Interdisciplinar / Mestrado e Doutorado nota 4 – da UFMT (2008-2011). É líder do Núcleo de Estudos do Contemporâneo (UFMT/CNPq). É membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA e Curadora do Museu de Arte e Cultura Popular da UFMT (MACP/UFMT). Coordena o site Visual Virtual MT resultado de projeto financiado pela CAPES. Atua no campo da Análise e da Crítica Cultural, da Crítica de Arte, no debate sobre a colonialidade do saber e da arte. Principal publicação: A Casa Subjetiva: matérias, afectos e espaços domésticos (São Paulo: Perspectiva, 2008, 1 reimpressão).

Marco Antonio Chávez Aguayo (México)

Graduado em Psicologia pela Universidad Jesuita de Guadalajara – ITESO/México, Mestrado em Estudos Comparados de Literatura, Arte e Pensamento pela Universidad Pompeu Fabra/Espanha, Mestrado e Doutorado em Gestão Cultural pela Universitat de Barcelona/Espanha, Pós-Doutorado em Gestão Cultural pela Universidad de Guadalajara, com bolsa do CONACYT/México. Realizou períodos de investigação na Universidade de Glasgow/Reino Unido, Universidad de Guadalajara, Universidad del Egeo/Grecia, Universidad Autónoma de Barcelona/España e Universidad Deakin/Australia. É membro do Sistema Nacional de Investigadores/México, do Consejo Internacional de Monumentos y Sitios (ICOMOS) e do Consejo Internacional de Museos (ICOM). É investigador associado e membro do conselho editorial e do comitê científico do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC). Possuí as distinções de Chartered Scientist pelo Conselho de Ciência do Reino Unido e Associate Fellow y Chartered Psychologist pela Sociedade Psicológica Britânica. É conselheiro da Secretaria de Cultura de Jalisco. Foi impulsor e redator da reforma constitucional de Jalisco para a incorporação do Direito à Cultura e os direitos culturais, bem como da lei estatal de Patrimônio Cultural. É Diretor da Revista de Investigação em Gestão Cultural – Córima, Professor Associado “A” da Universidad de Guadalajara e pesquisa temas como patrimônio cultural, legislação cultural e políticas culturais.

Marie Laure Geoffray (França)

Doutora e Professora de Ciência Política pelo Institut des Hautes Etudes de l’amérique latine. Centre de Recherche et de Documentation sur les Amériques (IHEAL-CREDA) Université Sorbonne Nouvelle – Paris 3, France.

Nádia Saito (Reino Unido)

Doutora em Artes: Teoria e Prática do Teatro (ECA/USP), mestra em Ciências: História Social (FFLCH/USP) e graduada em História (bacharelado e licenciatura – UNESP). Possui títulos em: MBA em Bens Culturais (FGV-SP), especialização em Arte na Educação (ECA/USP). Atualmente, é membro dos Comitês Científicos: Centro Latino-americano de Estudos em Cultura (CLAEC), Revista Pitágoras 500, Seminários em Administração da FEA/USP (SEMEAD). E atua como modelo vivo em Cambridge (Inglaterra) na University of Cambridge, Cambridge Regional College e Hills Road College. Foi tutora em Gestão da Educação Pública (UAB/UNIFESP) e modelo vivo (FAP/UNESPAR e UFPR). É pesquisadora associada do Centro Latino-americano de Estudos em Cultura (CLAEC); e foi pesquisadora do Laboratório de Informações e Memória do Departamento de Artes Cênicas da USP (LIM CAC – ECA/USP), Laboratório de Teoria da História e História da Historiografia da USP (Labteo – FFLCH/USP), Laboratório de Estudos da Ásia (LEA – FFLCH/USP), Laboratório de Etnicidade, Racismo e Discriminação (LEER – FFLCH/USP). Foi colaboradora na Incubadora de Projeto e Iniciativas Culturais do Centro de Estudos Latino Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC/USP). Foi membro do Projeto Fapesp Inventário da Cena Paulistana: antigos edifícios teatrais (LIMCAC – ECA/USP).Tem experiência na área de Ciências Humanas, com ênfase em história social e econômica, teoria da história, história do teatro e história das artes cênicas. Temas de interesse: arte e educação, políticas públicas, performance, artes cênicas, TDIC.

Ronaldo Martins Gomes (Brasil)

Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de São Carlos – FADISC (2004); mestrado (2013) e doutorado (2017), com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos – PPGE/UFSCar (2017). Atualmente, está em fase de defesa do doutorado em Ciências Sociais no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – PPGCSO/UNESP (2017-2021); e também realiza estágio pós-doutoral no Programa de Pós-Doutorado em Sociologia do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos – PPGS/UFSCar (2019-2020). Tem experiência docente como professor PEB II nas disciplinas de Sociologia e Filosofia, na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (2007-); professor-substituto nos Departamentos de Educação da UFSCar (2016); da UNESP/Rio Claro (2017); atua também na docência em Educação à Distância, como Tutor na UAB/UFSCar (2010-2017); Professor-tutor CFGE/UFSCar (2013-2017) e Facilitador na UNIVESP (2019-). Desenvolve pesquisas com as temáticas: Políticas Públicas; Violências; Educação Não-Formal; Sociologia do Desvio e Sociologia da Cultura. Membro do Núcleo de Estudos em Ambiente, Cultura e Tecnologia – NamCult/UFSCar: Pesquisador Associado e membro do Comitê Científico do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura – CLAEC. 

Sandra Catalina Valdettaro (Argentina)

Graduada em Comunicação pela Universidad Nacional de Rosário – UNR/Argentina, Mestre em Ciências Sociais pela Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales – FLACSO/Argentina, Doutorado em Comunicação pela Universidad Nacional do Rosario. Professora e investigadora na Universidad Nacional de Rosário e também é Diretora do mestrado em Estudos Culturais, atua com pesquisa nas áreas de comunicação, estudos culturais e semiótica.

Senilde Alcântara Guanaes (Brasil)

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1996) com área de concentração em Antropologia, mestrado em Antropologia Social (2001) e doutorado em Ciências Sociais (2006), com ênfase em Antropologia, ambos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Realizou estágio de doutorado no INRA – Institute National de Recherche Agronomique de Paris (2005) com pesquisa sobre o modelo francês de gestão ambiental, tendo realizado pesquisa de campo com pequenos agricultores, guarda parques e nativos do Parc des Cévennes na região central da França. Com o apoio da FAPESP realizou estudos de Pós doutorado junto ao Departamento de Ciências Sociais e Educação da Faculdade de Educação/UNICAMP com pesquisas no Mosaico Juréia-Itatins, região de mata atlântica no litoral sul de São Paulo. Atualmente é professora adjunta II do curso de Antropologia da UNILA – Universidade Federal da Integração Latino Americana, professora permanente do Programa de Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina – PPG-ICAL e pesquisadora associada do CLAEC – Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura. Trabalha com temas como unidades de conservação; populações tradicionais, rurais e indígenas; movimentos sociais e organizações políticas.

Susana Dominzaín (Uruguai)

Doutorado em Ciências Sociais pela Universidad Nacional General Sarmiento/Argentina, mestre em História pela Unviersité París VII – Jussieu/Francia e graduada em Ciências Históricas pela Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, Universidad de la República/Uruguay. Professora Adjunta (Grado 3 Titular), membro do Centro de Estudios Interdisciplianrios Latinoamericanos e Diretora do Observatorio Universitario de Políticas Culturales da Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, Universidad de la República/Uruguay. Pesquisa temas como: Estudos culturais, história sociopolítica, estudos de gênero e história social.

Suzana Ferreira Paulino (Brasil)

Doutora em Letras (2015), na modalidade sanduíche, pela Universidade Federal de Pernambuco/University of Birmingham (Inglaterra-UK); mestre em Letras – Linguística (2009) pela UFPE; especialista em Linguística Aplicada ao Ensino da Língua Inglesa (2004) e graduada em Letras Português, Inglês e suas respectivas literaturas (2002) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor Língua Inglesa I, II, III, IV, V e VI UFRPE-UACSA. Foi professora substituta de Língua Inglesa na Universidade Federal de Pernambuco – inglês instrumental, I, II, III e IV – (2005-2007); membro do Núcleo de Pós-Graduação da FACIPE (NUFA): Inclusão Social e Grupos Vulneráveis; Professora Titular I (presencial e EaD) da Faculdade Integrada de Pernambuco (FACIPE). Coordenadora do Departamento de Relações Internacionais da Facipe. Professor Adjunto na Faculdade SENAC PE; e Convidada na Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE); Professora Assistente no curso de Letras da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO); avaliadora MEC/INEP; pesquisadora associada no Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC). Produtora projetos sócio-culturais. Consultora pedagógica da Fundação Roberto Marinho, formadora de professores do Governo do Estado de Pernambuco, elaboradora de provas de vestibular em língua portuguesa e corretora de redações (ENEM e SMAR); professora de inglês no SENAC IDIOMAS e professora e coordenadora no FACIPE IDIOMAS. Pesquisas sobre Análise Crítica do Discurso, Linguagem, Práticas Sociais e Ensino, Leitura e Produção Textual, Interculturalidade, Diversidade social e práticas docentes.

Wilson Enrique Araque Jaramillo (Equador)

Graduado em Economia pela Universidad Central/Equador, Mestre em Gerencia Empresarial pela Escuela Politécnica Nacional/Equador e Doutor em Administração pela Universidad Andina/Equador. Atualmente é Professor e Diretor (Decano) da Área Acadêmica de Gestão na Universidad Andina Simón Bolivar, Sede Equador, pesquisa temáticas como associatividade, pequenas e médias empresas e espaço organizacional coletivo.