Conferência de Abertura: Política linguística e a Integração dos Povos (26/09 – 19:00 – Unila Jardim Universitário)

Conferência-de-Abertura---Rajan

Resumo da Conferência:

 A ‘Política Linguística’ diz respeito a um conjunto de atos planejados e executados com o propósito de intervir numa realidade de linguística existente num dado momento histórico. Em geral, parte de cima para baixo, mas não são raros os casos em que o clamor para certas mudanças vem das ruas. Na minha conferência, o foco será sobre a America Latina, o contexto histórico das políticas linguísticas praticadas no passado nos diversos países do continente e as perspectivas para o futuro no contexto geral da globalização, formação de blocos econômicos e tantos outros desafios.
Currículo do conferencista:
Kanavillil Rajagopalan (Rajan) é Professor Titular (aposentado-colaborador) na área de Semântica e Pragmática das Línguas Naturais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e pesquisador 1-A do Cnpq. Participa em programas de pós-graduação na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e da Universidade Federal de Tocantins (Campus de Porto Nacional). Ele nasceu na Índia, onde obteve B.A. em Literatura Inglesa (Universidade de Kerala), M.A. em Literatura Inglesa (Universidade de Delhi) e M.A. em Lingüística (Universidade de Delhi). Fez Diploma em Lingüística Aplicada na Universidade de Edimburgo, Escócia. É Doutor em Lingüística Aplicada (PUC-SP) e Pós-Doutor em Filosofia da Linguagem (Universidade da Califórnia, Berkeley, EUA). Já publicou 6 livros: Por uma Lingüística Crítica (Parábola, 2003), A Lingüística que Nos Faz Falhar (em parceria, Parábola, 2004), Políticas em Linguagem: Perspectivas Identitárias (em parceria, Editora da Mackenzie, 2005) e Applied Linguistics in Latin America (John Benjamins, 2006), Nova Pragmática: Fases e Feições de um Fazer (Parábola, 2010),Um Mapa da Crítica nos Estudos da Linguagem e do Discurso (em parceria, Editora Pontes, 2016) e colaborou com Yves Lacoste na publicação da edição brasileira do livro A Geopolítica do Inglês (Parábola, 2005) e publicou mais de 500 textos (artigos em revistas nacionais e internacionais, resenhas, resumos, capítulos de livros, e textos em anais de congressos). Contribuiu verbetes/capítulos para enciclopédias como Encyclopaedia of Pragmatics (Elsevier, 1998), Encyclopedia of Sociolinguistics (Elsevier, 2001), Handbook of Applied Linguistics (Blackwell, 2003), Fitzroy-Dearborn Encyclopedia of Linguistics (Chicago, 2004), Key Thinkers in Linguistics and the Philosophy of Language (Edinburgh University Press, 2005), Handbook of World Englishes (Blackwell, 2006), Encyclopedia of Language and Linguistics (Elsevier, 2006), World Englishes – Critical Concepts in Linguistics (Routledge, 2006), Encyclopedia of Language and Education (Springer, 2008), Key Ideas in Linguistics and the Philosophy of Language (Edinburgh University Press, 2009), Language in Life, A Life in Language — A Festschrift for Jacob Mey” (Emerald Group, 2009), Language and Politics (Routledge, 2010), Brazil Today: An Encyclopedia of Life in the Republic (Greenwood Press, 2012), Encyclopedia of Applied Linguistics (Wiley-Blackwell, 2012,) e The TESOL Encyclopedia of English Language Teaching (Wiley, 2018). Desde 1996, atua como um dos editores da revista DELTA. Em 2015, foi nomeado um dos editores da revista WORD (Nova Iorque) Em dezembro de 2006, recebeu o Prêmio de Reconhecimento Acadêmico “Zeferino Vaz.”